Proibido

PROIBIDO PISAR NA GRAMA

Em frente à casa onde eu morava tinha uma praça. 

A Praça Pinheiro Machado fica na frente da casa onde passei minha infância e esse é seu nome, Praça Pinheiro Machado.

A praça tinha uma área cercada com instalações esportivas e, se bem me lembro, um depósito para materiais de manutenção, uma área externa com gramados e um colégio público. Tinha também um monumento dedicado a alguma data cívica e uma placa de bronze dizendo, temeroso respeito de todos nós, “PROIBIDO PISAR NA GRAMA”.

Adotei, faz tempo, o tempo como aliado – eu e ele enfrentamos quaisquer outros dois.

Fazia tempo que não visitava a Praça Pinheiro Machado: vandalizaram tudo, roubaram a placa de bronze e mataram a grama.

Mandei fazer uma placa nova: “PROIBIDO PISAR NA ESPERANÇA”.

Eu e o tempo ainda voltaremos na Praça Pinheiro Machado.

Foto por Carla Zigon